Skip to main content
5
(1)

Quando se fala das operações de comércio exterior, uma das maiores dúvidas é sobre qual tipo de transporte utilizar para o deslocamento das mercadorias. Para esses procedimentos, os modais mais utilizados são o frete aéreo e frete marítimo.

Conexos CLOUD como orquestrador das suas operações de importação
Conexos CLOUD como orquestrador das suas operações de importação

Pensando nessa dúvida, fizemos esse artigo para falar mais especificamente sobre o frete aéreo, diferenciar os dois tipos de frete internacional mais utilizados, indicar quais os benefícios e os custos de cada um. Acompanhe! 

O que é o frete aéreo?

O frete aéreo nada mais é do que uma tarifa paga pelo importador para que sua mercadoria seja deslocada em aviões, por meio de uma transportadora aérea ou um agente de carga

O que é o frete aéreo?
O que é o frete aéreo?

Vale ressaltar que existem várias empresas fretadoras e cabe ao importador orçar com diferentes para que entenda melhor a sua necessidade. É importante entender as opções de acordo com o tamanho da carga, tipo de transporte desejado, qualidade e prazo do serviço também.

Diferenças e vantagens entre o frete aéreo e marítimo

Tipo de mercadoria e comercialização do frete

Os produtos importados por meio do modal marítimo são transportados dentro de containers de diferentes tamanhos, selecionados de acordo com o peso ou volume da carga. No aéreo, não há necessidade de containers. 

Além disso, a comercialização do frete marítimo é feita em toneladas ou metragem cúbica – por ter como objetivo transportar cargas que sejam mais volumosas, pesadas e pouco frágeis.  Carros são exemplos de produtos importados via mar. 

Diferenças e vantagens entre o frete aéreo e marítimo
Diferenças e vantagens entre o frete aéreo e marítimo

LEIA TAMBÉM: Frete Marítimo: o que é e quais os tipos?

Já no aéreo, as mercadorias são deslocadas via avião cargueiro e fretadas em kg, devido às restrições de transporte que permitem objetos menores e mais frágeis, como vidros, perecíveis, etc. 

Tempo e custo de transporte

O frete aéreo se destaca em relação ao marítimo por sua velocidade. No trajeto China X Brasil, o tempo médio de viagem marítima é de 45 dias, com margem de dez dias para cima ou abaixo. 

Quando via aérea, o prazo de importação é reduzido para algo em torno de 7 dias. 

Um container de 20 pés que leva até 23 toneladas custa  $1500-$2500 (podendo passar dessa faixa em alguns momentos). Já o custo do transporte aéreo através de aviões cargueiros fica em torno de $10/kg.

Tempo e local da liberação da carga

O prazo e o local para a liberação da carga, dependendo de onde decida importar, será diferente em cada lugar. 

Para o aéreo, o tempo médio de liberação – que normalmente é feita em aeroportos – leva de 3 a 4 dias. 

No marítimo, a liberação que é feita no porto de destino leva em torno de uma semana e dependendo da parametrização, pode levar até duas.

Tarifas aéreas

Existem tarifas que são aplicadas por todas as empresas aéreas fretadoras a fim de limitar o valor do frete aéreo. Baseiam-se nas rotas, tráfegos, pesos e volumes das mercadorias a sere importadas e são estipuladas pela Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA) ou pelas próprias companhias aéreas.

  • Tarefa Mínima: valor mínimo cobrado pela carga cujo valor de frete, após ser calculado pelas demais tabelas, não alcancem o frete mínimo estabelecido. Estipulada pela empresa;
  • Tarifa Geral: essa tarifa é aplicada na maioria das cargas e possui uma divisão em cinco faixas de peso, onde quanto maior for o peso menor será o frete: 45kg, 100 kg, 300 kg, 500 kg e acima de 500 kg, podendo chegar até 1.000 kg;
  • Tarifa para mercadoria específica: essa tarifa possui valor reduzido frente a tarifa geral, cada empresa possui a sua tabela, e é normalmente usada quando o embarque é contínuo e combinado;
  • Tarifa Classificada: aplica um aumento ou uma redução percentual na tarifa geral que varia entre 10% e 200% de aumento para, por exemplo, produtos de alto valor agregado, animais vivos, ou cargas perigosas. Já a redução pode ser aplicada para produtos de relevante interesse social, como jornais e periódicos, etc;
  • Tarifa UDL: aplicada em cargas unitizadas, onde o carregamento e o descarregamento serão realizados pelo remetente e destinatário da carga.

Cálculo do frete aéreo

Como já dito, o frete aéreo é calculado pelo agente de carga ou empresa fretadora de acordo com o peso ou volume da carga.

Cálculo do frete aéreo
Cálculo do frete aéreo

LEIA TAMBÉM: Agenciamento de cargas: saiba o que é e quais suas vantagens

O cálculo é feito seguindo a relação estipulada pela IATA, e deve sempre corresponder no máximo a 6.000 cm³ de espaço ocupado na aeronave, salvo exceção. Quando a carga ocupar um espaço maior, o cálculo será de acordo com o volume. 

O pagamento do frete aéreo é sempre pelo maior valor de lucro para o transportador.

Relação IATA (peso/volume): 1 kg = 6000 cm³ ou 1 ton 6 m³

Grandes atrasos também podem influenciar no valor do frete aéreo. E, caso o transporte seja Door-2-Door, o importador também paga as taxas de desembaraço aduaneiro.

Além disso, existem as taxas e sobretaxas incidentes sobre o frete aéreo:

  • Sobretaxa de Combustível: essa taxa sobre a flutuação de custos regionais e sazonais de combustíveis. É calculada como porcentagem do peso tributável de remessa;
  • Taxa de manuseio de terminais de companhias aéreas: cobre custos associados ao manuseio da carga na origem e destino;
  • Taxa da estação de frete de container: referente à cargas armazenadas temporariamente na entrada ou saída de um país;
  • Sobretaxas de segurança: taxas pelas medidas de segurança dos aeroportos, origem ou destino.

LEIA TAMBÉM: Frete Marítimo: quais são as taxas e sobretaxas principais?

Qual tipo de frete escolher na hora de importar?

Independente da escolha do importador, seja por frete marítimo ou aéreo, a remessa é transportada com segurança. Os orgãos competentes pelo transporte de cada país estabelecem critérios para priorizar a integridade dos itens.

O frete marítimo geralmente é mais vantajoso para cargas muito pesadas, volumosas e que não sejam muito frágeis. Em contrapartida, o frete aéreo apresenta restrições sobre o tipo de mercadoria a ser embarcada devido à cobrança por peso ou volume.

Qual tipo de frete escolher na hora de importar?
Qual tipo de frete escolher na hora de importar?

No quesito velocidade, o frete aéreo tem uma grande vantagem – o que se torna mais interessante para produtos perecíveis como alimentos e fármacos, visto que podem ser sensíveis à temperatura também.

Para fazer essa escolha, não se deve considerar apenas o fator do prazo, mas também o tipo e quantidade do material, uma vez que o frete aéreo, ainda que mais rápido, pode se tornar mais caro ou limitar que um determinado tipo de produto (como um carro) seja transportado devido a seu peso e volume.

Quanto à questão ambiental, o frete marítimo emite muito menos gases poluentes e possui uma boa pegada de carbono em relação ao frete aéreo, que emite muito mais CO2.

Conclusão

Agora que elucidamos as suas dúvidas quanto aos dois modais: aéreo e marítimo, deve-se estudar os processos dos dois fretamentos e entender dentro dos requisitos e limitações, qual melhor atende às suas necessidades como importador.

É altamente indicado também que sejam consultados diferentes agentes de cargas e especialistas de comércio exterior a fim de que sejam avaliados tempo de trânsito, tipo e quantidade do produto a ser importado e a reputação da empresa fretadora.

Esses profissionais atuam para que o melhor planejamento para o transporte de sua carga seja feito, cuidando de toda a burocracia da operação.

eBook Processos de Importação
eBook Processos de Importação

Nas operações de importação ou exportação, conte com o Conexos Cloud, uma solução para o Comércio Exterior que desburocratiza e otimiza os processos da sua empresa. Entre em contato com a gente e entenda mais sobre nossos 28 módulos!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.