Skip to main content
4.6
(11)

Ao passo que cerca de 90% da logística internacional é feita pelo transporte marítimo, as inovações tecnológicas se tornam ainda mais importantes.

Impulsionado pela pandemia, o setor vive um forte crescimento e, ao mesmo tempo, experimenta uma acelerada transformação digital.

Quer conhecer mais sobre essas inovações que vêm transformando o transporte de cargas marítimo? Então, continue lendo e saiba mais!

Tecnologias tradicionais das navegações

Antes de falarmos sobre as novas tecnologias do transporte marítimo, é interessante sabermos quais foram as inovações que possibilitaram a expansão marítima no passado.

Nesse sentido, as técnicas e equipamentos utilizados para navegar pelos mares na época das grandes navegações eram:

  • Bússola;
  • Astrolábio;
  • Cartografia;
  • Quadrante;
  • Balestilha;
  • Caravelas.

De fato, são invenções que hoje estão longe do nível de tecnologia que nossos navios possuem. Ainda assim, foram com esses equipamentos e técnicas que a humanidade avançou em comércio e conhecimento.

Com isso em mente, podemos olhar para o nosso presente e imaginar nosso futuro. Vamos, então, conhecer quais são as principais inovações no transporte marítimo do nosso tempo!

Inovações no transporte marítimo: conheça as principais

transporte marítimo inovações tecnológicas

São muitas as tecnologias e inovações em transportes marítimos nos últimos anos. Além disso, a cada ano temos novas invenções que prometem revolucionar a navegação.

Dessa forma, podemos destacar 10 dessas tecnologias:

  1. GPS;
  2. Cartas náuticas;
  3. Sistemas eletrônicos;
  4. Radares portáteis;
  5. Energia renovável;
  6. Internet of Things (IoT);
  7. Gerenciamento digital de rotas;
  8. Realidade aumentada;
  9. Machine learning e inteligência artificial;
  10. Automação e robôs;
  11. Embarcações autônomas.

GPS

Apesar de não ser algo novo, é inegável que o GPS revolucionou a navegação. Podendo ser chamada de bússola moderna, ela permite rastrear com alta precisão e praticamente em tempo real a posição da embarcação, permitindo uma viagem muito mais segura.

Assim como a antiga bússola, o GPS se tornou indispensável para navegar em alto mar. E é o tipo de tecnologia que é carregada em todos os tipos de embarcações, desde pequenos barcos e lanchas de passeio até os grandes navios de carga.

Cartas náuticas

Antes somente impressas, hoje as cartas marítimas são digitais e um dos instrumentos mais importantes para a navegação marítima. A digitalização dos instrumentos de navegação foi uma grande evolução no setor.

Agora,as cartas náuticas podem ser visualizadas com muito mais informação e qualidade através de programas de computador. Nesse sentido, é possível o sombreamento avançado, visualizar em conjunto as zonas de cartografia e criar mapeamentos aprofundados.

As cartas náuticas mostram o benefício da digitalização. O que era possível apenas em papel, agora está disponível no celular de qualquer tripulante.

Sistemas eletrônicos

Juntamente com a carta náutica, diversos outros sistemas eletrônicos foram implementados no transporte marítimo.

Sistemas hidráulicos e mecânicos foram substituídos por sistemas eletrônicos. Em vez de alavancas e inspeção, agora os comandantes controlam suas embarcações através de botões e display LEDs de alta tecnologia.

Radares portáteis

Há diferentes tipos de radares portáteis, sendo o mais comum o radar de pulsos, capaz de detectar obstáculos e objetos móveis quando há baixa visibilidade.

De fato, é outro instrumento essencial no transporte marítimo, especialmente em condições onde a visibilidade está comprometida.

O radar de pulso, aliás, é até que um equipamento bem simples. Basicamente, ele emite ondas elevadas de curta duração. Assim, mede-se o tempo que leva para que o pulso reflita no alvo e volte para a embarcação. Dessa forma, é possível medir a distância de qualquer objeto.

Nesse sentido, é uma tecnologia que ajudou muito na segurança da navegação, impedindo colisões com objetos e até outras embarcações.

Energia renovável

Atualmente, o transporte marítimo é responsável por cerca de 2,5% das emissões de CO2 no mundo por ano — cerca de 1 bilhão de toneladas de CO2 são emitidas pelo setor.

Assim, o transporte de carga marítima está no centro dos debates sobre sustentabilidade e aquecimento global.

Dessa forma, hoje é possível encontrar embarcações que utilizam de energias renováveis em vez de derivados do petróleo, como energia solar e eólica.

Internet of Things (IoT)

A Internet of Things (IoT), ou Internet das Coisas, vem revolucionando diversas áreas, desde a automação residencial ao transporte marítimo e portos.

Através da Internet das Coisas, é possível fazer o controle remoto de:

  • Baías;
  • Compartimentos;
  • Portas de escotilha;
  • Sistemas de anteparas;
  • Máquinas hidráulicas e rede elétrica.

Com esse nível de automação, o número de pessoal é reduzido, bem como o número de situações perigosas a que os tripulantes ficam sujeitos.

Além disso, o controle remoto permite ter uma visão completa e detalhada de toda embarcação, garantindo mais informações para o comandante e prevenindo situações de riscos.

Gerenciamento digital de rotas

Dentre os grandes desafios do transporte marítimo, está a roteirização otimizada das embarcações. Apesar das rotas serem pré-estabelecidas antes do navio zarpar, é comum que os planos sejam interrompidos por imprevistos climáticos e outros empecilhos.

Com ajuda do gerenciamento digital, é possível ajustar o curso da rota em tempo real, observando as condições da rota, clima e até antecipar a problemas nos portos.

Realidade aumentada

Um dos grandes usos da Realidade Aumentada está no treinamento de novos tripulantes. O mar é um lugar muito imprevisível e perigoso. De fato, a tecnologia é uma ajuda fundamental para preparar a tripulação.

Ao passo que a Realidade Aumentada também vem sendo uma grande aliada do design e construção naval, permitindo visualizar e iterar nos modelos com muito mais velocidade e confiabilidade.

Machine learning e Inteligência Artificial

O Machine Learning, ou Aprendizado de Máquina, está invadindo todas as áreas das nossas vidas. No transporte marítimo, isso não é diferente.

Através do Aprendizado de Máquina e Inteligência Artificial, comandantes são auxiliados por sistemas inteligentes durante as manobras. Assim, garantindo maior segurança e redução no número de sinistros e acidentes.

Além disso, essas tecnologias permitem otimizar o uso da embarcação, reduzindo custos e emissões de poluentes.

Automação e robôs

O uso de automação e robôs é um dos assuntos mais quentes no transporte marítimo, especialmente quando falamos de portos inteligentes. Mas os robôs também podem ser utilizados nos navios.

O grande benefício da automação é a redução no número de acidentes, tão comuns no setor.

Por exemplo, é possível encontrar robôs para limpeza dos cascos dos navios.

Embarcações autônomas

Apesar de estarmos longe ainda de termos rotas operadas inteiramente por navios autônomos, hoje já temos os primeiros passos da tecnologia.

O Japão é o pioneiro nesse segmento. Com 95 metros de comprimento, o navio Mikage percorreu quase 300 km entre o Porto de Tsuruga até o Porto de Sakai de forma totalmente autônoma.

Para realizar o feito, o navio foi equipado com um robusto sistema de sensores por radar, câmeras e direcionamento por satélite. Aliás, a Mikage chegou a ancorar sozinha com auxílio de drones para lançar as cordas aos trabalhadores do porto!

ebook 7 situações que travam sua importação na alfândega

Pirataria digital, um novo inimigo para a inovação marítima

Segundo a Naval Dome, o número de ataques de pirataria digital confirmados a empresas marítimas aumentou 900% entre 2017 e 2020.

Em 2017, aliás, a gigante Maersk foi vítima de um desses ataques, tendo suas operações interrompidas por duas semanas — gerando um prejuízo de US $300 milhões para restabelecer o funcionamento da companhia.

Nesses ataques aos navios, muitas vezes os alvos são informações sensíveis sobre o navio, a carga e seu valor.

A pirataria digital pode atuar tanto coletando informações sensíveis para venda no mercado negro, quanto invadir os sistemas e alterar o curso da embarcação.

transporte marítimo pirataria digital

Quanto mais tecnológico o transporte marítimo se transforma, maior deve ser a preocupação com a cibersegurança. Assim, com mais sistemas interconectados, maiores são os riscos e prejuízos de um ataque cibernético.

Desafios para inovação do transporte marítimo

Além do perigo cibernético no transporte marítimo, há outros desafios:

  • Cerca de 30% da frota possui mais de 5 anos;
  • Aumento no preço do combustível;
  • Necessidade pela redução brusca no nível de emissões de poluentes;
  • Congestionamentos e gargalos no transporte marítimo;
  • Alto investimento necessário para implementar certas tecnologias.

Como comentado, o setor de transporte de carga marítima é um dos grandes responsáveis pelas emissões de CO2. Assim, também é um dos setores que sofrem grandes pressões para atingir emissões zero.

Tais desafios devem ser os grandes norteadores da inovação tecnológica marítima. Afinal, a busca pela eficiência, segurança e confiabilidade é uma longa viagem que o setor vem percorrendo, somando-se agora com o desafio de ser mais sustentável.

O uso da tecnologia nos terminais dos portos marítimos

Uma parte essencial para o transporte marítimo são os portos. Afinal, sem eles não temos o frete marítimo.

Assim como as navegações, os portos estão cada vez mais tecnológicos. Ao passo que as embarcações se tornam mais eficientes e inteligentes, precisamos de terminais capazes de lidar com essa inovação.

Não é à toa que o mercado de portos inteligentes chegue a US $2 bilhões em valor de mercado até 2025. Nesse sentido, vemos investimentos bilionários em tecnologia em portos do mundo inteiro.

Algumas das tecnologias dos portos que podemos destacar são:

  1. Tecnologia 5G;
  2. Internet das Coisas;
  3. Inteligência artificial;
  4. Cloud Computing;
  5. Robôs logísticos;

Quer saber mais sobre as inovações nos portos do mundo? Então, confira nosso artigo completo!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.6 / 5. Número de votos: 11

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.